VIDEOS

Loading...

LITURGIA DIÁRIA

sexta-feira, 5 de março de 2010

Revelação Divina e Inspiração Bíblica


· Desmitificação da Sagrada Escritura
· Inspiração e Revelação => Não-fundamentalismo bíblico.
· Escritura: Palavra de Deus , palavra do homem.
- Não livro de história positiva;
- Não ditado de palavras
- Formada de orações, “narrativas históricas”, interpretações teológicas.


Revelação Divina:
- Não é um “bloco caído do céu sobre o teto da humanidade”;
- Não é algo estranho ao ser humano;
- Não se manifesta de forma abstrata, desencarnada, fora da realidade;
- Não se apresenta de forma mágica e extra-ordinária;
- É a comunicação concreta de Deus, de forma sobrenatural, manifestada naquilo que é natural;
- É a comunicação feita por Deus ao homem, de verdades que o homem ignorava antes da intervenção de Deus;
- Jesus Cristo é a própria comunicação de Deus. Ele aperfeiçoa e completa a Revelação;
-Toda comunicação de Deus se dá no plano natural. Deus proporciona , nas coisas criadas, um permanente testemunho de si;
-Deus continua se revelando cotidianamente, comunicando nada além do que já fora revelado em Cristo, porém, de uma forma sempre nova.

Inspiração Bíblica
- A Bíblia, toda ela é sob inspiração do Espírito Santo;
- Os livros da Bíblia têm Deus como verdadeiro autor, e assim foram confiados à Igreja;
- Deus escolheu homens, dos quais se serviu, fazendo-os usar suas próprias faculdades e capacidades, como verdadeiros autores;
- Inspiração Bíblica não é um ditado de palavras vindas do céu;
- Também não é uma força estranha que faz o ser humano agir de forma não humana;
- Deus fala ao coração do homem e não aos seus ouvidos;
- Deus ilumina o ser humano no discernimento dos conceitos que ele já tem, entre o que é e o que não é vontade de Deus;
- É fruto de uma intimidade com Deus e com seu plano de amor.

Inspiração Bíblica é, antes do mais, uma luz que ajuda o homem a avaliar os conhecimentos que já tem; ela nada acrescenta, nem mesmo em matéria religiosa e teológica.

Pe. Ademir Nunes Farias

Nenhum comentário:

Postar um comentário